Paraísos fiscais: Desvendando os melhores lugares para abrir uma empresa offshore

Paraísos fiscais: Desvendando os melhores lugares para abrir uma empresa offshore

março 1, 2024 0 Por Eduardo Esquivel Rios

Como dar início ao seu empreendimento internacional

Se optar por estabelecer um empreendimento, prepare-se para enfrentar os processos de fiscalização em todas as entidades reguladoras do país escolhido para instalação – e organize os documentos requeridos quando solicitados. Vários países permitem o registro e a propriedade total de uma empresa por um investidor internacional sem restrições, enquanto outros demandam a presença de ao menos um acionista, administrador ou sócio local. Impulsione seu sucesso: Clique e explore as vantagens de uma Conta Off Shore!

Fonte de reprodução: Youtube Arquivo de Negócios

Passos práticos para implantar e gerir sua empresa no exterior:

  • Escolha uma nação para instalar sua firma, inscrever-se como comerciante autônomo ou desenvolver qualquer outra atividade comercial.
  • Empregue um representante local autorizado ou tente estabelecer por conta própria um empreendimento em outra nação (isso pode não ser viável; e mesmo quando possível, é prudente contar com assistência especializada).
  • Analise as normas fiscais locais e os requisitos para abrir uma LLC, JSC, fundação, trust ou qualquer outro tipo de organização comercial.
  • Caso seja uma corporação, defina um nome para ela, alugue um espaço para escritório e decida onde alocar seu capital (uma conta bancária no local de registro ou no exterior). Esses passos podem parecer básicos e diretos, mas de fato exigem um volume significativo de trabalho administrativo, intelectual e, às vezes, físico. Por exemplo, nossos profissionais podem visitar bancos pessoalmente ou acompanhar o cliente durante verificações realizadas por instituições financeiras ou na assinatura de documentos. Visitar cartórios e órgãos fiscais, além de preparar documentos, pedidos, aluguel de escritório e outras tarefas – tudo isso pode ser delegado aos nossos especialistas para evitar diversos problemas.
  • Posteriormente, será necessário coletar (elaborar, preparar, traduzir e legalizar) os documentos comerciais (Contrato Social, Memorando, Certificado de Ações, informações sobre acionistas, administradores, etc.), e transferi-los para o órgão de registro de empresas no país onde está estabelecendo seu negócio. Se tudo ocorrer bem, seu empreendimento será iniciado com êxito; caso contrário, será preciso corrigir falhas e reiniciar o processo.
  • Uma vez que sua empresa esteja devidamente registrada, organize os relatórios conforme os regulamentos e exigências aplicáveis, contrate um contador independente ou em tempo integral, um auditor, visite todas as entidades para relatórios adicionais e busque o suporte de especialistas qualificados.
  • Seu negócio pode ser aberto sem sua presença física por meio de um representante local, mas esse intermediário não fornecerá o aconselhamento necessário. O agente deseja que você:
    • Selecione-o como seu intermediário.
    • Compense-o pelo registro, manutenção e ampliação de sua empresa.
    • Utilize seu endereço como sede legal ou para correspondência.
  • Não receberá orientação completa e precisa se questionar o representante sobre como otimizar e diminuir impostos, onde abrir uma conta bancária para seu negócio ou quão vantajoso é o país escolhido e suas leis para sua situação. O representante está habilitado a prestar serviços de intermediação para auxiliar investidores internacionais a registrar uma empresa em outro país, porém não é um consultor especializado que pode orientar sobre assuntos bancários, fiscais, aduaneiros, entre outros. É crucial notar que o interesse financeiro desse agente é mais prioritário do que fornecer consultoria sobre a transição de sua empresa para outra jurisdição.

Conta Off Shore – a melhor empresa off shore

Novo empreendimento versus transferência empresarial: qual a melhor escolha?

Se você já tem um empreendimento estabelecido em uma nação, existe a opção de transferir sua operação comercial para o exterior. Esse processo é bastante semelhante à criação de um novo negócio, porém apresenta facilidades em determinados aspectos, como:

  • Criação do Estatuto Social
  • Distribuição de participações societárias
  • Inauguração de uma conta corporativa de contingência

A transferência de um negócio pode ser integral, fracionada ou apenas formal (executada somente no aspecto legal), o que possibilita expandir as oportunidades comerciais no âmbito global enquanto mantém uma parcela dos rendimentos no país de origem. Isso pode envolver a formação de uma filial ou agência de representação (transferência fracionada), constituição de uma empresa em jurisdição fiscal mais favorável ou gestão de uma corporação em outro território.

Estabelecer uma nova empresa no exterior é uma estratégia atrativa que pode se adequar ao contexto global atual e aos riscos relacionados à perda de ativos (próprios e investidos). Diversos empresários optam por se relocar internacionalmente ou adquirir uma fonte de renda suplementar em um país estrangeiro através da iniciação de seus próprios negócios.

Em qualquer um dos cenários, é prudente realizar uma avaliação prévia detalhada de todos os fatores envolvidos e, posteriormente, decidir sobre como, onde e que tipo de empreendimento é mais vantajoso e rentável para um investidor estrangeiro estabelecer em 2023.

Como selecionar um país para iniciar seu empreendimento no exterior?

A decisão sobre onde estabelecer uma nova corporação, abrir uma filial de uma entidade estrangeira ou iniciar como um comerciante autônomo é influenciada por diversos critérios. Por exemplo, os locais mais vantajosos para empreender nem sempre são aqueles com custos mais acessíveis para fundar uma empresa e adquirir status de residente ou não residente. Ademais, nações com programas atrativos de nacionalidade podem não proporcionar condições equivalentes para operações comerciais e administração de organizações a indivíduos residentes e não residentes.

O status fiscal e econômico do empresário em potencial é crucial. Isso é particularmente significativo em países que adotam o regime de tributação global em vez do territorial. Um exemplo são os Estados Unidos, onde o Internal Revenue Service (IRS) impõe tributos a todo residente que detém um Green Card ou reside e atua empresarialmente no território.

Você pode querer explorar como os titulares de LLC nos Estados Unidos minimizam seus tributos em 2023.

Conta Off Shore – a melhor empresa off shore

Países recomendados para iniciar seu negócio no exterior e adquirir cidadania ou permissão de residência

O visto para investidores é uma opção bastante procurada em diversas jurisdições. Seguem alguns dos melhores países onde a migração por investimento e o aporte em diferentes ativos (fundos, ações, propriedades, etc.) podem facilitar a obtenção acelerada de permissão de residência ou até nacionalidade:

  • Peru
  • Emirados Árabes Unidos
  • Estados Unidos
  • Malta
  • Áustria
  • Vanuatu
  • Santa Lúcia
  • Domínica
  • São Cristóvão e Nevis
  • Granada
  • Jordânia, entre outros.

Localizações internacionais de novos negócios com isenção fiscal

Jurisdições offshore, Zonas de Livre Comércio e nações autônomas oferecem oportunidades para formar uma entidade empresarial e isentar-se de impostos globais sobre os lucros. No entanto, ainda pode ser necessário arcar com obrigações fiscais no país de residência (que pode ser distinto do local de registro da empresa no exterior) ou no país de origem dos rendimentos.

Territórios com isenção de imposto sobre rendimentos empresariais obtidos no exterior (imposto corporativo zero):

  • Anguilla
  • Bahrein
  • Bermudas
  • Ilhas Virgens Britânicas
  • Ilhas Cayman
  • Guernsey
  • Ilha de Man
  • Jersey
  • Bahamas
  • Ilhas Turcas e Caicos
  • Vanuatu e outras jurisdições similares

Diversos países, incluindo nações europeias, permitem a minimização da carga tributária sobre negócios internacionais até alcançar isenção, mediante o cumprimento de certas condições, a utilização de acordos de dupla tributação e outras regulamentações. Descubra como uma empresa offshore pode impulsionar seus negócios e finanças – clique aqui e explore as possibilidades com Conta Off Shore!

Nações com tributação reduzida que pode ser diminuída para entidades internacionais:

  • Chipre – 12,5%
  • Irlanda – 12,5%
  • Liechtenstein – 12,5%
  • Macau, Moldávia – 12%
  • Andorra, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Quirguistão, Paraguai, Catar, Macedônia do Norte – 10%
  • Emirados Árabes Unidos – 9%
  • Hungria e Montenegro – 9%
  • Barbados – 5,5%

Nota: além dos tributos corporativos, será necessário pagar taxas de registro e custos para iniciar e expandir a operação empresarial. Também são exigidos desembolsos para aluguel de escritório, obtenção de endereço fiscal, além de considerações sobre o IVA, direitos aduaneiros e outros encargos.

Conta Off Shore – a melhor empresa off shore

As Vantagens Significativas de Estabelecer uma Empresa Offshore

Abrir uma empresa offshore transcende a mera expansão geográfica de um negócio; é uma jornada estratégica que oferece recompensas tangíveis e potenciais transformações significativas para empreendedores e investidores. A decisão de estabelecer uma entidade em jurisdições favoráveis não é apenas uma manobra para otimização fiscal, mas também uma escolha prudente para diversificação empresarial, proteção de ativos e acesso a mercados internacionais.

As jurisdições offshore, com suas políticas de tributação reduzida ou nula, proporcionam um ambiente propício para o crescimento e a escalabilidade dos negócios. Ao mitigar a carga tributária, as empresas podem reinvestir uma maior parcela de seus lucros no próprio desenvolvimento e inovação, acelerando assim seu crescimento e competitividade no cenário global.

Além disso, a abertura de uma empresa em uma região offshore pode oferecer um grau de anonimato e privacidade, o que é crucial em um mundo onde a segurança da informação é uma preocupação crescente. Isso, no entanto, deve ser equilibrado com a conformidade com as regulamentações internacionais, garantindo que a empresa opere dentro dos limites da legalidade e da ética.

A diversificação geográfica que acompanha a criação de uma empresa offshore também abre portas para a exploração de novos mercados e a possibilidade de estabelecer relações comerciais com parceiros e clientes internacionais. Essa expansão não apenas aumenta o alcance do negócio, mas também introduz uma camada de segurança através da diversificação, reduzindo a dependência de um único mercado ou economia.

No entanto, é fundamental que os empresários se aprofundem no planejamento e na pesquisa antes de embarcar nessa aventura. A escolha da jurisdição certa, o entendimento das leis locais, a estruturação adequada da empresa e a gestão contínua são aspectos cruciais que determinam o sucesso de uma empresa offshore. A orientação de consultores especializados pode ser inestimável nesse processo, assegurando que a empresa não apenas se beneficie das vantagens fiscais e estratégicas, mas também opere de forma sustentável e responsável no longo prazo.

Em resumo, abrir uma empresa offshore é uma estratégia que, quando executada corretamente, pode oferecer benefícios substanciais, desde economias fiscais até oportunidades de crescimento e diversificação. É uma decisão que requer cuidadosa consideração, planejamento estratégico e orientação profissional, mas que pode, sem dúvida, ser uma aventura empresarial com recompensas valiosas.

Fonte: Infomoney